Para que uma criança se torne um sujeito desejante é necessário que a mãe não a trate como um objeto e sim como um ser separado dela. Um ser que necessita dela, mas não é uma extensão dela.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As dores dos Adolescentes

A Escola e a transmissão dos limites

Você tem mania de quê?