É um equívoco acreditar que a infância é um 'paraíso', que as crianças não se angustiam.

Por conta dessa crença, muitos adultos, que as rodeiam, deixam de falar, perguntar e explicar o que está acontecendo.

Freud já havia falado em 1907 que a ocupação preferida das crianças era as brincadeiras e jogos.

Através dela podem se afastar da realidade dolorida e angustiante.

E hoje, será que existe tempo para as brincadeiras?

Andreneide Dantas 

hashtag: #escutaanalitica1



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As dores dos Adolescentes

A Escola e a transmissão dos limites

Você tem mania de quê?