No livro 'O desenlace de um análise' de Gerard Pommier, encontramos essa frase que desconcerta e provoca questionamentos em muitas pessoas.

Freud já havia descoberto essa relação desde os primeiros atendimentos a seus pacientes que os procuravam com dores, tremores, paralisias, cegueiras, etc.

Quando descobriu, porque pôde escutar e ler, que os enunciados dos pacientes revelavam a associação entre uma dor psíquica e uma dor orgânica que os adoeciam. 

E passados mais de 100 anos, muitos não conseguem acreditar, que suas dores e suas doenças tem relação com sofrimentos causados pelo fato do que acontecem em suas vidas. Como consequência do que eles dizem, sentem ou deixam de dizer. 


Andreneide Dantas 


hashtag: #escutaanalitica1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As dores dos Adolescentes

A Escola e a transmissão dos limites

Você tem mania de quê?