YES Blog da Escuta

quarta-feira, 18 de março de 2020






As crianças podem e devem usar a imaginação e criar suas próprias brincadeiras. Vamos deixar os recursos tecnológicos como coadjuvantes nessa quarentena ?

Nesse momento de reclusão temos visto muitas dicas de como entreter as crianças: com contadores de histórias, sites que trazem jogos educativos, canais abertos, Netflix, enfim, todos os recursos tecnológicos "necessários" para ficarem bem em casa.

Esses recursos podem ser interessantes em alguns momentos, mas não devem nublar nossa compreensão de que as crianças possuem recursos próprios, elas podem e devem inventar, criar suas próprias brincadeiras, estimulando assim sua imaginação e criatividade.

O ócio é importante para advir a criação, a invenção do novo, não é necessário que a criança tenha o que fazer todo o tempo, permita que ela encontre suas próprias saídas.

Lembram quando passávamos horas dentro do carro em uma viagem e imaginávamos inúmeras histórias, brincávamos com as nuvens que se transformavam em diversas formas interessantes? Cantávamos , criávamos jogos novos, escutávamos os outros. Então, nossos filhos podem criar, imaginar, brincar com o que possuem à sua volta.

Que os pais possam contar histórias, brincar com os filhos, escutar, ensinar e aprender com eles.

A maioria dos pais efetuarão o trabalho de casa, mas o tempinho que puderem, dediquem a vocês, à família, e poderão transformar um momento que pode ser difícil em aprendizado, conhecimento, lazer e prazer.

Os recursos tecnológicos devem ser usados com moderação nesse momento, podem ser coadjuvantes e não os protagonistas!





Nenhum comentário:

Postar um comentário