Depressão é o nome contemporâneo para os sofrimentos decorrentes da perda de lugar do sujeito junto a versão imaginária do Outro.

Lacan relaciona a depressão a uma posição específica do sujeito, dimensão subjetiva, culpa por ceder em seu desejo. Desejo em psicanalise é por definição, o inconsciente e seu objeto perdido.

Depressivo é aquele que se deixa cair.

O desencadeamento do estado depressivo, provocado pela perda daquilo que sustenta, para o sujeito, o seu ideal do eu, tem como efeito uma perda do eu, empobrecimento da libido do eu.


Maria do Carmo Mucciolo


hashtag: #escutaanalitica1




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As dores dos Adolescentes

A Escola e a transmissão dos limites

Você tem mania de quê?