Postagens

Mostrando postagens de 2010

Bullying

Imagem
O Bullying escolar foi estudado na década de 70 na Suécia e na de 80 na Noruega. No Brasil, a atenção voltada para o assunto é mais recente, contamos com algumas pesquisas feitas na região de São José do Rio Preto (interior de São Paulo) e no Rio de Janeiro. O que foi constatado é que a incidência desse fenômeno nas escolas é de 45%, número bastante significativo. E se formos analisar o Brasil todo, imagine o que poderemos encontrar. Segundo o Instituto SM, o Brasil já ocupa, infelizmente, o lugar de campeão, entre países como Espanha, Argentina, Chile e México. É muito importante ressaltar que esse fenômeno acontece tanto em escolas públicas quanto privadas, isso significa que não é específico de nenhuma classe social, e sim, proveniente da maldade humana, que dá sua mostra desde a mais tenra idade. Não existe uma tradução para a nossa língua do termo Bullying, ele é inglês e deriva de Bully= valentão, brigão, tirano. O que caracteriza o Bullying é o comportamen

Porque Escuta Analítica?

Imagem
Porque é o que melhor define nossa prática: a escuta que, desde Freud, tem possibilitado àquele que sofre, encontrar-se naquilo que diz. Pois é através do discurso que o sujeito revela seus sintomas e só através da palavra pode livrar-se "disso" que o incomoda e faz sofrer. No início da análise as queixas referem-se à mãe, ao pai, patrões, namorados, filhos, marido, esposa, falta de sorte, destino etc. Em alguns casos, a lista pose ser enorme. Chegam em posição de "objetos", acreditando-se vítimas que nada têm a ver com o que lhes acontecem e nada podem fazer a respeito da desordem em que se encontram, porque "foram colocados" neste lugar, como nos situa o psicanalista Roberto Harari. O trabalho do analista, é mostrar ao analisando sua insubstituível colaboração para sair desta desordem. Ele escuta o discurso do paciente sem tentar compreender o que este fala, ao contrário, lê aquilo que escapa aos outros campos de discurso. Trabalha com os