Não basta que um casal gere e tenha um filho para que eles se posicionem como pai e ou mãe.

Não basta que um homem, uma mulher ou um casal adote um filho, registre-o na certidão de nascimento para que sejam pai ou mãe.

Pai e mãe são funções e aquele ou aquela que deseje ter um filho (que pode ser gerado ou adotado) precisam adotá-lo de verdade!

Precisam ir a esse lugar, a essa função que implica em amar, cuidar, falar, ensinar e... colocar limites. Colocar limites nas pulsões destrutivas, ensinar a esse filho o que é o mundo e ensiná-lo, principalmente, que eles não podem ter tudo!

Nenhum ser humano pode!

Os pais precisam ajudar aos filhos a obter recursos, para que depois eles não precisem mais desses pais, e somente conseguirão ocupando essa função tão importante.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As dores dos Adolescentes

Você tem mania de quê?

Psicanálise - Tratamento através das palavras