Postagens

Mostrando postagens de 2020

Como lidar com as emoções em tempos de Pandemia!

Imagem
Gravação da Live realizada no Instagram da Escola estadual Salete Gusmão de Araújo de Maceió-Alagoas dia 02 de junho. ➡️@saletegusmao_oficial⬅️ Psicanalista Andreneide Dantas-SP – Escuta Analítica, convidada por  Maria Auxiliadora Marcolino, psicóloga-Al e moderada pelo professor Genivaldo Júnior 1️⃣ É possível vislumbrarmos algumas mudanças nas relações interpessoais depois da pandemia do Covid 19? 2️⃣ Com todo esse cenário de consternação, luto (de alguns), apreensão e ansiedade, enquanto psicanalista, a senhora já tem uma visão geral da sociedade e de como estão vivenciando esse momento? 3️⃣ Em relação aos professores, quando surgiu a necessidade de trabalharem em home office (trabalhar de casa), ficaram apreensivos, pois alguns não tinham habilidade com a tecnologia. Tiveram que aprender a operar aplicativos, fazer aulas online ou gravar. A ansiedade e medo que tiveram pode trazer consequências para eles depois da pandemia? 4️⃣ É possível que as pessoas ressignifiquem suas vidas e

Ansiedade Infantil

Imagem
Ainda há os que acreditam que a infância é um momento muito feliz da vida? Acreditam em uma infância onde reina a felicidade plena e a pureza de sentimentos e pensamentos? As descobertas freudianas nos mostra que é na infância onde criamos os monstros que carregamos durante toda a vida, muitas vezes disfarçados de incapacidades, timidez, inseguranças ou doenças. A criança ainda não tão articulada em seu discurso muitas vezes é tomada por significantes que a alienam, trazendo uma gama de inseguranças, ansiedade e infelicidade. A ansiedade é comum em vários momentos da vida, é um sinal de alerta importante para advertir sobre os perigos possíveis, possibilitando a busca de estratégias para enfrentá-los e nos estimula a buscar situações novas, auxiliando também no nosso desenvolvimento. Neste caso, a ansiedade é bem-vinda é necessária a nossa sobrevivência. A ansiedade quando patológica também pode causar reações desagradáveis, emoções exacerbadas, emocionalmente desgastante, acompanhada

Divertida/mente

Imagem
O filme da Pixar explica de forma lúdica e criativa o papel das emoções e das memórias na formação psíquica e na personalidade de Riley, uma pré-adolescente de onze anos, mostrando de dentro para fora o trabalho das emoções para encontrar um equilíbrio frente às adversidades que a vida impõe. Abordando temas psicanalíticos como sonhos, inconsciente, luto e o papel da tristeza como emoção básica necessária na constituição do sujeito. O nascimento de Riley se dá pelo desejo e alegria de seus pais. Sabemos que quando os pais possuem desejos de alegria e amor, que são relatados muitas vezes antes de sua concepção, faz diferença na vida de cada sujeito que nasceu porque foi desejado por outro, para o bem ou para o mal. No caso de Riley, foi desejada e recebida com alegria pelos pais (a sala de controle dentro do cérebro da menina é comandada primeiramente pela alegria). As outras emoções vão chegando sem muita demora, a alegria passa a ter a companhia da tristeza, da raiva, do medo e o “noj
Imagem
Depressão é o nome contemporâneo para os os sofrimentos decorrentes da perda de lugar do sujeito junto a versão imaginária do Outro. Lacan relaciona a depressão a uma posição específica do sujeito, dimensão subjetiva, culpa por ceder em seu desejo. Desejo em psicanalise é por definição, o inconsciente e seu objeto perdido. Depressivo é aquele que se deixa cair. O desencadeamento do estado depressivo, provocado pela perda daquilo que sustenta, para o sujeito, o seu ideal do eu, tem como efeito uma perda do eu, empobrecimento da libido do eu. Maria do Carmo Mucciolo
Imagem
Imagem
No seminário V, pág 423. Lacan fala sobre o neurótico obsessivo: ”Quando vemos um obsessivo bruto, em estado natural, tal como nos acontece ou se supõe que nos aconteça através das observações de casos publicados, encontramos alguém que nos fala acima de tudo, de toda sorte de empecilhos, inibições ,bloqueios, medos, dúvidas e proibições”. Texto pela Psicanalista da Escuta Analitica - Ana Carlênia Oliveira Bastos

Psicanálise & Psicoterapia

Imagem

Sonhos em Tempos de confinamento

Imagem
Respondendo perguntas sobre Sonhos em tempos de confinamento-pandemia. Pergunta das alunas Karen Oliveira, Isabella Gomes e Júlia Raya, do curso de Jornalismo da
Imagem
Sabemos que esse não é um momento fácil, também não precisa ser um 'castigo' ou prisão, como alguns pacientes descreveram. Existe um vírus,(Covid 19) que todos sabemos o que está causando, e ainda muitas incertezas. Uma coisa é certa: precisamos todos ficar em casa, e somente aquelas pessoas que precisam sair para trabalhar, é que podem sair. São os médicos, enfermeiros e todos os profissionais da saúde, motoristas de táxi, aplicativo, caminhões de entrega de comida e remédios...profissionais que operam máquinas nas fábricas e todos os outros que também são imprecindíveis. Pois não podemos, nem devemos, correr o risco de adoecer e sobrecarregar o sistema de saúde....isso vcs ja sabem. Durante essa quarentena cada um pode aproveitar, nas horas em que não estiverem trabalhando ou estudando, e cultivar coisas e pensamentos bons. Podem: Conversar mais, ao vivo, por telefone ou vídeo chamada. Jogar - jogos de cartas ou online. Ler - aquele (aqueles) livro(s) que fora prometido n
Imagem
As crianças podem e devem usar a imaginação e criar suas próprias brincadeiras. Vamos deixar os recursos tecnológicos como coadjuvantes nessa quarentena ? Nesse momento de reclusão temos visto muitas dicas de como entreter as crianças: com contadores de histórias, sites que trazem jogos educativos, canais abertos, Netflix, enfim, todos os recursos tecnológicos "necessários" para ficarem bem em casa. Esses recursos podem ser interessantes em alguns momentos, mas não devem nublar nossa compreensão de que as crianças possuem recursos próprios, elas podem e devem inventar, criar suas próprias brincadeiras, estimulando assim sua imaginação e criatividade. O ócio é importante para advir a criação, a invenção do novo, não é necessário que a criança tenha o que fazer todo o tempo, permita que ela encontre suas próprias saídas. Lembram quando passávamos horas dentro do carro em uma viagem e imaginávamos inúmeras histórias, brincávamos com as nuvens que se transformavam em diversa
Imagem

A FORMAÇÃO DO PSICANALISTA

Imagem

Masculinidade tóxica e a mídia Edição Extra Janeiro 2020

Imagem
Imagem
O supereu se expressa nos ditos sociais, pois para viver em sociedade é necessário renunciar aos imperativos da pulsão. Sua a instância é importante, senão teríamos o exercício da perversão, mas se ele for em excesso, pode funcionar como um tirano que exige que sujeito cumpra atos impossíveis ou prejudiciais. No trabalho "O Mal estar na civização" Freud nos adverte que a culpa que a humanidade sente é decorrente da civilização, uma vez que o homem teve que renunciar sua pulsão primitiva para conviver em sociedade. (Infelizmente, vemos que muitos não conseguem...) Em termos lacanianos é a instância que empurra o sujeito a gozar. Ele representa as exigências da moralidade. É a lei internalizada - constituída pelos ditos e exigências dos pais, que foram recalcados. Tem a função de vigilância (aparece na forma do olhar que "vê tudo o que o sujeito está fazendo") e na forma de crítica (a voz que diz: Faça isso! Não faça aquilo!) Andreneide Dantas Para saber mais: Freud
Imagem
Obsessivo Freud descobriu (escutando e tratando de seus pacientes) que existiam sintomas característicos nos pacientes acometidos de neurose obsessiva.  Para citar alguns: pensamentos fixos que atravessam a consciência e importunam o sujeito , impedimentos, proibições, bloqueios que os impede de realizar seus desejos, medos, dúvidas e incertezas.  Em seu historial ‘O Homem dos ratos’, enfatiza que a incerteza na vida, a dúvida aparece nesses pacientes como uma necessidade’.  E que essa produção da incerteza aparece para afastar o doente da realidade e tirá-lo do mundo- o que, por certo, é tendência de qualquer distúrbio psiconeurotico’.  Em alguns casos os pacientes tem rituais (que podem ser confundidos com superstições, vide o caso conhecido do cantor Roberto Carlos que ao identificar buscou ajuda profissional).  No mesmo historial citado, vemos que a obsessão é uma tentativa de compensar a dúvida e corrigir o intolerável estado de inibição de que a dúvida é testemu