"Um grupo é extremamente crédulo e aberto à influência: não possui faculdade crítica e o improvável não existe pra ele."
Freud- Psicologia de grupo e análise do eu


Continua, ele 'pensa por imagens, que se chamam umas às outras por associação (tal como surge nos indivíduos em estados de imaginação livre), e cuja concordância com a realidade jamais é conferida por qualquer órgão razoável.'
Isso explica porque o sujeito, quando está no grupo, tem comportamentos que não teria, se não estivesse nele.

Causas inconscientes o impulsionam a agir dessa forma.
Mesmo que a causa seja inconsciente continua sendo o responsável.


Andreneide Dantas


hashtag: #escutaanalitica1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As dores dos Adolescentes

A Escola e a transmissão dos limites

Você tem mania de quê?